Menu
 

As mordomias para petistas e associados parece ter acabado em terras brasileiras mas continua a todo vapor no exterior. Nesta sexta-feira (15/07), o PT divulgou que "intelectuais" na Suíça lançaram, no início de julho, um manifesto contra o golpe no Brasil denominado “Manifesto de Zurique”.

O documento conta com o apoio e a assinatura do escritores e políticos da Suíça, Jean Ziegler, sociólogo, professor durante 30 anos da Universidade de Genebra e deputado no parlamento Suíço.

Além do sociólogo suíço, o argentino Afonso Pérez Esquivel, Prêmio Nobel da Paz de 1980, também assina o documento. Esquivel é o argentino que veio ao Brasil e foi ao Senado dizer que havia um "golpe de estado no Brasil", provocando protestos e revolta em diversos senadores.

Como não poderia deixar de ser, aproveitando a boquinha, políticos petistas e associados como Jean Wyllys, Jandira Feghali, Eduardo Suplicy, Carina Vitral e ativistas e intelectuais como o escritor Fernando Morais, a cantora paulista Fabiana Cozza, a escritora Adriana Lisboa e Marcelo Dias do Movimento Negro Unificado também participam do Manifesto.

Segundo o PT, o "passeio" teve noite do lançamento com gravação de um vídeo, no qual expressam seu apoio a Dilma e sua preocupação com o "governo golpista de Michel Temer" e a forma como as políticas sociais e de inclusão vêm sendo desmanteladas.

Para fechar o rega-bofe, os músicos brasileiros Yara Borges (piano), João Bastos (flauta), Gecy Marty (percussão) e Magali Kriebel (voz) interpretaram uma paródia de “Asa Branca“ de Luiz Gonzaga e a atual composição “Golpistas“ de Caio Prado. A leitura do manifesto foi feita pelos atores Kátia Hofacker e Manuel Zuber.

Não foi divulgado quem pagou as passagens, estadias e demais mordomias do protesto na Suíça, já que no Brasil, a trupe não encontra eco. Também não se sabe se algum convidado aproveitou a estadia para verificar uma possível conta não declarada no paraíso fiscal, já que tal prática é bastante comum entre os petistas.



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postar um comentário

  1. Uma pergunta ?
    Porque não vão para as cidades da baixada fluminense ?
    Bairros do subúrbio do Rio ?

    ResponderExcluir

 
Top